Carta à criança que se esconde em cada um de nós

Carta à criança que se esconde em cada um de nós

Carta à criança que se esconde em cada um de nós

Carta à criança que se esconde em cada um de nós. Eeii… você! Não tenha medo! Posso me aproximar um pouco mais? Prometo que não mordo! Não se assuste! Não sou nenhum fantasma! 

Tampouco o Bicho Papão escondido atrás do armário! Sou real. Pode me tocar se quiser. Lembra de um dos teus maiores sonhos? Sim! A máquina do tempo.

Pois é! Você a criou e eu sou você do futuro! Vim aqui para te ajudar, meu coleguinha! Olha! Não se esconda mais das pessoas! 

Sei que a maioria delas nunca irá te enxergar como você gostaria. Mas mesmo sendo diferentes, você pode gostar de cada uma delas. 

E acredite que no futuro você irá ajudá-las demais a encontrar seu caminho. Não tenha medo de se perder na floresta. Isso irá acontecer inúmeras vezes em sua vida. 

Mas acredite, que você jamais estará sozinho e se fechar bem os olhos e conversar calmamente com teus maiores medos, você perceberá que eles querem apenas te proteger. 

Infelizmente você não realizará os outros dois grandes sonhos que você tanto queria. As pessoas que mais ama um dia irão embora. 

Teus amigos vem e vão. Não tem como segurar o tempo. Não existe pílula para não envelhecer. Mas você descobrirá um grande amigo imaginário e verdadeiro.

Perceberá que teu melhor amigo é você mesmo.  E que esse companheiro nunca te abandonará. Seja sempre legal com ele. Outra coisa. Nunca mais esconda seus brinquedos.

Jamais pare de brincar. Tuas melhores fantasias farão com que você construa grandes castelos e fortalezas contra tuas vivências mais duras, quando se tornar um adulto. 

E não esconda jamais teus sentimentos dentro do teu coração. Chore quando tiver triste. Peça socorro quando temer algo. E principalmente nunca perca esse teu sorriso lindo.

*Por Ronald Guttmann

https://m.polishop.vc/novafamilia/

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Antifrágil

Antifrágil. Vivemos no mundo VUCA com quatro características: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Você já deve ter observado que tudo mudou e a essa altura

Continuar Lendo »