Mudanças

mudanças

Mudanças

Mudanças. Hoje o texto é dedicado aos viajantes, aos que sonham com outros países, outras culturas e outros idiomas.

É para quem entende que o mundo existe para ser desbravado, para respirar outros ares, caminhar por ruas que contam histórias da humanidade, que nos fazem sonhar com outras épocas e admirar a arquitetura, os museus e monumentos.

É também para quem ousa e decide mudar de emprego, de profissão, de marido, de cidade…

Para os que viram a chave e mudam a vida, para as que enfrentam os medos e ganham coragem para se despir do papel de vítima e se transformam em únicas responsáveis pelos resultados obtidos, é deixar de culpar os outros e ser a protagonista da história.

Por natureza, somos resistentes às mudanças, queremos permanecer na zona de conforto, mesmo que ela não tenha nada de confortável.

Quantas vezes você permaneceu numa situação que te deixava insatisfeita?

Vale a pena viver sem buscar a felicidade, se contentando com o marasmo de acordar e fazer tudo exatamente igual e sem graça?

Estou falando de correr atrás de um sonho, de sentir o coração batendo tão forte que parece que vai sair do peito, da sensação de borboletas no estômago e vontade de voar.

É sobre coragem de deixar sua casa, sua família e seu país e se reinventar, começar de novo de um jeito diferente, construir uma nova pessoa, renascer, reinventar e reviver.

É impressionante ver os processos que nos levam a mudar, é possível detectar indícios de insatisfação brotando junto com questionamentos:

  • como se até agora você estivesse se olhando num espelho embaçado, sem definição da imagem e de repente tudo vai ficando mais claro e nítido, você começa a se enxergar e entender quem é.

Cada uma de nós tem um tempo diferente:

  • para se descobrir e desatar os nós com o passado,
  • vencer os desafios,
  • estabelecer sua missão, seu propósito, seus valores e direção.

O fundamental é encontrar o desejo do seu coração, resolver deixar um legado, fazer algo que ajude outras pessoas, que dê um sentido real para a sua vida…

Não estou falando de dinheiro mas de tudo que você não pode comprar: saúde, amor, amizade, família, respeito, credibilidade, alegria.

É sobre ser ética, digna, verdadeira consigo mesma. Sobre ser leal, ter engajamento, fidelidade e compromisso.

Boa viagem Flávia! Voe em busca dos seus ideais! Você cresceu, se descobriu e agora vai ser feliz!

“Recria tua vida, sempre, sempre. Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.” Cora Coralina

“Nada jamais continua, Tudo vai recomeçar!  Mário Quintana

Por Lilian Schiavo, arquiteta e Presidente da OBME-Organização Brasileira de Mulheres Empresárias

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts

Antifrágil

Antifrágil. Vivemos no mundo VUCA com quatro características: volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Você já deve ter observado que tudo mudou e a essa altura

Continuar Lendo »