Novos hábitos ampliam consumo de água mineral no Brasil

água mineral

Novos hábitos ampliam consumo de água mineral no Brasil

Os novos hábitos de consumo, que prezam mais a saúde e o bem-estar, são fatores que têm promovido o crescimento do mercado nacional de água mineral nesta década

O Brasil tem cerca de 640 empresas de água mineral e mais de 800 marcas, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Águas Minerais (Abinam).

Atualmente, de acordo com a The International Bottled Water Association (IBWA), o país é quinto maior do mundo em produção, em segmento dominado por China e Estados Unidos.

Mas nem toda a água é igual. Pelo contrário, pode haver bastante diferença entre os produtos disponíveis no mercado.

As propriedades das águas que chegam às prateleiras variam de acordo com suas fontes, processos de manipulação, sais adicionados, e formas de envase.

Por isso, na hora da compra é importante avaliar a origem, os processos pelos quais o produto passa até chegar aos pontos de venda e, principalmente, qual o tipo mais recomendado para o consumo.

Tipos de Água

A água pode ser mineral natural, adicionada de sais ou potável de mesa.

Em linhas gerais, a adicionada de sais e a potável sofrem influencias químicas para a inclusão artificial de propriedades, ou seja, são bebidas que passam por um processo de industrialização para que possam ser ingeridas.

A mineral natural, por sua vez, provêm direto da fonte e não pode ter aditivos.

Rótulos

Os sais minerais que ela carrega vem de um processo natural, livre de qualquer manipulação fisíco-química, o que preserva seus benefícios.

Todas essas informações devem constar nos rótulos das embalagens de forma visível para o consumidor.

“No Nordeste é comum encontrarmos águas adicionadas nos estabelecimentos comerciais e a grande maioria das pessoas não percebem ou não entendem a diferença entre este tipo de produto e a água mineral natural.

É claro que beber água é sempre importante, mas os benefícios são ainda maiores quando você consome um produto natural”, explica Aline Telles Chaves, líder de Operações da Naturágua.

Por Redação

COMUNIDADE DE COLUNISTAS

Para saber mais sobre o colunista da matéria, clique aqui.

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Veja os últimos posts